JUÍZO DE DIREITO DA QUADRAGÉSIMA PRIMEIRA VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL

 

 

           EDITAL DE 1º, 2º LEILÃO E INTIMAÇÃO – ELETRÔNICO, com prazo de 05 dias, extraído dos autos da ação de despejo por falta de pagamento proposta por PEDRO PAULO GOMES WATTS RODRIGUES em face de ESPÓLIO DE MARIA ALBINA DE AGUIAR BONFIM (Processo nº 0081737-47.2005.8.19.0001 – antigo 2005.001.083236-0), na forma abaixo:

A Dra. CAMILLA PRADO, Juíza de Direito na Quadragésima Primeira Vara Cível da Cidade do Rio de Janeiro, FAZ SABER aos que o presente Edital virem ou dele conhecimento tiverem e interessar possa, especialmente aos ESPÓLIOS DE MARIA ALBINA DE AGUIAR BONFIM e MILTON ORLANDO DO BOMFIM, através de sua inventariante Alessandra Iglezias do Bonfim, de que no dia 03/05/2021, às 12:00 horas, através do portal de leilões on-line do Leiloeiro Público Oficial JONAS RYMER (www.rymerleiloes.com.br), pelo Leiloeiro Público JONAS RYMER, será apregoado e vendido a quem mais der acima da avaliação, ou no dia 06/05/2021, no mesmo horário e portal de leilões, a quem mais der independente da avaliação, o imóvel penhorado à fl. 564, descrito e avaliado às fls. 599, em 20/08/2019. LAUDO DE AVALIAÇÃO INDIRETA: Rua das Laranjeiras, n° 143, Apartamento 507, Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ. IMÓVEL – MATRÍCULA N° 162.326 – 9° OFÍCIO DO RGI. INSCRIÇÃO IPTU N° 0.379.905-3. APARTAMENTO: imóvel de fundos, 2 quartos, com vaga na garagem , SEM PLAY, portaria 24 horas e elevadores. JUSTIFICATIVA — AVALIAÇÃO INDIRETA: AVALIAÇÃO INDIRETA CF. AUTORIZAÇÃO DO AVISO 02/2016 DA CCMVC E ART. 357 DA CONSOLIDAÇÃO NORMATIVA DA CGJ. A Ré É FALECIDA e sua neta Alexandra, que mora no imóvel, não foi encontrada MÉTODO: UTILIZADO O SEGUINTE MÉTODO: MCDDM — MÉTODO COMPARATIVO DIRETO DE DADOS DO MERCADO. DECRIÇÃO DO IMÓVEL: IDADE: 58 anos. ÁREA EDIFICADA: 63m2. TIPOLOGIA: apartamento. UTILIZAÇÃO: residencial. POSIÇÃO: FUNDOS. APARTAMENTO: REGIÃO: Trata-se de Rua de movimento muito intenso com serviços de transportes públicos, incluindo metrô, farmácias, posto de gasolina próximo ao Palácio Guanabara e túnel Santa Bárbara com acesso para zona Norte. Edifício bem administrado. CONCLUSÃO: ASSIM, LEVANDO-SE EM CONTA A SUA LOCALIZAÇÃO, DIMENSÕES, ÁREA CONSTRUÍDA, CARACTERÍSTICAS, IDADE, CONFORME DESCRIÇÃO ACIMA, ATRIBUO AO BEM ACIMA DESCRITO O VALOR DE R$ 601.902,00 (seiscentos e um mil e novecentos e dois reais), R$ 9.554,00 o metro quadrado, correspondente a 175.938,14 UFIR’s, atualizado em R$ 651.903,62 (seiscentos e cinquenta e um mil, novecentos e três reais e sessenta e dois centavos). De acordo com o 9º Ofício do RI, o ref. imóvel encontra-se matriculado sob o nº 162.326 e registrado em nome de Milton Orlando do Bonfim e sua mulher Maria Albina de Aguiar Bonfim, constando os seguintes gravames: 1) R.01: Arresto por determinação do Juízo da 33ª Vara Cível, extraído dos autos da ação movida por Ulisses Navarro Alves em face de Milton Orlando do Bonfim; 2) AV.02: Medida Cautelar por determinação do Juízo da 43ª Vara Cível, extraída dos autos da ação movida por Fouad Antonio Abi Ghosn em face de Milton Orlando do Bonfin e sua mulher Maria Albina A. Bolfin, 3) R.03: Penhora por determinação do Juízo da 4ª Junta de Conciliação e Julgamento, extraída dos autos do processo nº 965/86, movido por Roberto da Costa Fernandes em face de BFM – Bonfim e Bonfim – Comércio e Representações Ltda; 4) R.04: Penhora oriunda do presente feito; 5) R.05: Penhora por determinação do Juízo da 26ª Vara Cível do Rio de Janeiro/RJ, extraída dos autos da ação de cobrança (processo nº 0088460-38.2012.8.19.0001), movida por Condomínio do Edifício Condocert em face de Espólio de Maria Albina de Aguiar Bonfim. De acordo com a certidão de Situação Fiscal, existem débitos de IPTU nos exercícios de 2008 e de 2011 a 2020 no valor de R$ 10.437,00, mais acréscimos legais (FRE 0379905-3). Conforme Certidão Positiva de Débito, emitida pelo Funesbom, o imóvel apresenta débitos relativos à Taxa de Serviços Estaduais de Prevenção e Extinção de Incêndios, no valor de R$ 296,29, referentes aos exercícios de 2015 a 2019 (Nº CBMERJ: 188845-2). Os débitos condominiais pendentes sobre a referida unidade equivalem, na data da expedição do presente edital, ao valor de R$ 242.249,20. Os créditos que recaem sobre o imóvel, inclusive os de natureza propter rem, serão sub-rogados sobre o preço da alienação, sendo observada a ordem de preferência, conforme preceituam o § 1º, do artigo 908, do Código de Processo Civil e o parágrafo único do artigo 130 do CTN. As certidões exigidas pela Consolidação das Normas da Corregedoria Geral da Justiça, bem como o presente edital e o débito atualizado de IPTU, serão lidos pelo Sr. Leiloeiro no ato do pregão. Caso o devedor, o coproprietário, os usufrutuários, o credor pignoratício, hipotecário, anticrético, fiduciário ou com penhora anteriormente averbada e o promitente comprador e vendedor, não sejam encontrados pelo Sr. Oficial de Justiça, ficam pelo presente edital intimados da hasta pública, suprindo, assim, a exigência contida no art. 889 do CPC. Os interessados em participar do leilão deverão oferecer lances pela internet, através do site www.rymerleiloes.com.br, desde que, estejam devidamente cadastrados no site e habilitados, em até 72 horas de antecedência, para participar deste leilão. Cientes de que impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem, incorre em violência ou fraude em arrematação judicial, prevista no art. 358 do Código Penal, sob pena de detenção, de dois meses a um ano, ou multa, além da pena correspondente à violência. O interessado em adquirir o bem em prestações deverá apresentar ao Juízo, por escrito, até o início do primeiro ou do segundo leilão, proposta de aquisição do bem, na forma do art. 895 do CPC. – E, para que chegue ao conhecimento dos interessados, foi expedido o presente, que será publicado através do portal de editais do Sindicato dos Leiloeiros do Estado do Rio de Janeiro: www.sindicatodosleiloeirosrj.com.br e no sítio do leiloeiro público: www.rymerleiloes.com.br, na forma do artigo 887, § 2º do CPC e afixado no local de costume, cientes de que a arrematação, adjudicação ou remição far-se-á à vista, mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante, na forma do art. 892, CPC; acrescida de 5% de comissão ao Leiloeiro, de acordo com o parágrafo único, do art. 24, Decreto nº 21.981/32; e custas de cartório de 1% até o máximo permitido. – Dado e passado nesta cidade do Rio de Janeiro, aos quinze dias do mês de março de dois mil e vinte e um. – Eu, Laurindo Francisco Da Costa Neto. Mat. 01-19923 – Chefe de Serventia, o fiz datilografar e subscrevo. Dra. Camilla Prado – Juíza de Direito.